Home Nacional Começa a corrida para as eleições 2022 em Pernambuco, e o sertão...

Começa a corrida para as eleições 2022 em Pernambuco, e o sertão precisa se preparar!

82
0

A verdade na dobradinha PT e PSB em pernambuco.

O governo do PSB que está há mais de 12 anos no poder já disse a que veio para o sertão pernambucano. O abandono das estradas, falta de estrutura da saúde, segurança, agricultura e desenvolvimento, são alguns dos pontos que ilustram a pauta do desgoverno para o sertão.

Para continuar no poder, o PSB viveu seus momentos de sorte e teve sua estratégia principal galgada na política do sentimentalismo. Em 2014, nas eleições para governo, o candidato Armando Monteiro Neto estava à frente nas pesquisas eleitorais, mas um infortúnio levou a vida de um dos maiores ídolos do PSB e da política pernambucana; Eduardo Campos. A partir do dia da morte do saudoso Eduardo, as pesquisas começaram a se voltar em favor de Paulo Câmara, tido até então como o homem do imposto e sem nenhum carisma político. PC foi eleito e durante o seu mandato (2014 a 2020) foi duramente criticado por todos, e por muitas vezes despontando nas pesquisas, ,como o pior governador da história de Pernambuco.

Em 2020, mais uma vez o PSB do retrocesso foi salvo por outra liderança que é mito no sertão: Luiz Inácio Lula da Silva, que de maneira sórdida,  rifa Marília Arraes, que estava muito bem nas pesquisas. Lula, corta na sua própria carne e se alia ao PSB para eleger Humberto Costa, e claro, em troca do apoio ao PT na nacional. Mais uma vez, lá se foram mais quatro anos para o sertão sofrido e abandonado.

A região do Araripe, tem seu apogeu econômico baseado no gesso e no leite, ultrapassa as crises econômicas sem apoio e com os milagres de Deus. Falta de estradas é um dos maiores problemas enfrentados pela empresa do gesso. A bacia leiteira da região não recebe nenhum subsídio para o seu desenvolvimento. Saúde precária, e promessas de segurança já não são mais discutidas. O cansaço está no seu limite!

O governo do imposto, já deu sinais de que não vai inovar, e mais uma vez, usará como sua principal estratégia aliar-se ao mito, Lula, para se reeleger em Pernambuco. Nesse balaio de gato, lá vai o sertão como mais uma moeda, cumprindo o seu papel sentimentalista pró-Lula.

Geraldo Júlio e Zé neto são os nomes mais comentados na capital pernambucana. Por um lado, Geraldo Júlio saiu da prefeitura do Recife sob várias denúncias de corrupção, por outro lado, tem Zé Neto que é um desconhecido das rodas políticas do estado, um funcionário de carreira, da mesa do governador que, caso seja o escolhido, tentará descer goela abaixo com o provável apoio do ex-presidente Lula da Silva. que sem nenhum escrúpulo, será capaz de cortar na carne, mais uma vez do povo pernambucano, pela continuidade do poder do PSB em Pernambuco, em troca de apoio para o PT na eleições presidenciais.

O sertão precisa se conscientizar e avaliar os anos de Paulo Câmara. Lula, está interessado na sua volta ao poder, e o povo, mais uma, vez será moeda de troca na mesa suja do PSB e PT.!

É hora de pensar política!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here