Home Notícias Paulo Câmara pode ser vice de Lula em 2022

Paulo Câmara pode ser vice de Lula em 2022

122
0

Será qure o povo de pernambuco vai aceitar ser rifado novamente pelo ex-presidente Lula da Silva? Leia a matéria abaixo:

Com o ex-presidente Lula (PT) livre para candidatar-se em 2022, em decisão revalidada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta semana, as movimentações para a composição da chapa liderada pelo petista começam a ganhar força. Uma das principais especulações é a do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), compor a chapa presidencial ao lado do líder do PT.

A especulação acontece após uma reunião virtual de Lula com o governador pernambucano. O gestor socialista é vice-presidente nacional do partido, mas para concorrer ao cargo, precisaria deixar a gestão do Estado até abril de 22, prazo máximo estabelecido pela legislação eleitoral para desincompatibilização do cargo.

Até o mês passado, aliados do governador afirmavam que uma aposta mais segura para o seu futuro político poderia ser concorrer ao cargo de deputado federal, mas que a composição em uma chapa presidencial ou mesmo a disputa por uma cadeira no senado Federal, ainda não estava descartado.

Atualmente, a tendência do Partido dos Trabalhadores é adotar candidaturas próprias nos Estados onde já governa e em grandes colégios eleitorais. Recentemente, o próprio presidente Lula reforçou a necessidade de compor com partidos de centro. Segundo o petista, seria importante ir além de partidos de esquerda na construção de uma candidatura pelo Palácio do Planalto. A informação foi relevelada pela coluna Painel, da Folha de São Paulo. Neste sentido, o PSB poderia apresentar nomes que seriam capazes de agregar ao projeto nacional.

O PT e o PSB romperam nacionalmente após o impeachment da presidente Dilma Roussef e depois ensairam uma reaproximação no primeiro turno das eleições de 2018. Só tendo oficializando o reencontro após o segundo turno, quando o PSB embarcou no projeto do PT e abraçou a campanha de Fernando Haddad contra o então candidato Jair Bolsonaro. De lá pra cá a relação passou por alguns percalços, como as eleições municipais de 2020 no Recife, mas os caciques demonstram não nutrir apego por eventos passados.

fonte: Folhape

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here